menu
O Povo
População e Taxa Anual de Crescimento Distribuição populacional As cinco regiões
Principais Cidades Raças Idiomas Religião


As Cinco Regiões do Brasil

    Região Norte
Amazonas, Pará, Acre, Rondônia, Roraima, Amapá, Tocantins

A Região Norte compreende principalmente a bacia do Amazonas e é amplamente coberta pela exuberante floresta tropical. O rio Amazonas atravessa a região no sentido oeste-leste e desemboca no Oceano Atlântico. Existem vários outros rios nesta área. Em termos de volume, esta Região apresenta a maior concentração hídrica do mundo (1/5 de toda reserva mundial). As duas principais cidades são: Manaus, capital do estado do Amazonas, e Belém, capital do estado do Pará

A bacia do Amazonas tem oferecido aos europeus, desde sua descoberta, visão tentadora de suas riquezas naturais. Até a metade do século XIX, entretanto, a região não exibia vitalidade econômica. A Amazônia ganhou notoriedade com a crescente demanda pela borracha no final do século XIX. A população aumentou mais de seis vezes e a renda local cresceu doze vezes entre 1850 e 1910, quando o mercado da borracha entrou em declínio.

Um renovado interesse pela riqueza mineral e pelo potencial agrícola da Amazônia ocorreu entre os anos de 1960 e 1970. Mudanças na legislação relativas a concessões da mineração e à possibilidade de as companhias estatais estabelecerem "joint ventures" com empresas estrangeiras intensificaram a exploração mineral na Região. Visando promover o desenvolvimento regional, o Governo Federal subsidiou vários projetos de colonização.

O incentivo governamental para encorajar o desenvolvimento agrícola na Amazônia resultou em ameaças de problemas ambientais para Região, como uma devastação florestal de 328.700 km². Devido a essas circunstâncias, o Governo brasileiro adotou várias políticas para controlar o desenvolvimento. Incentivos fiscais e créditos oficiais para a pecuária e para projetos agrícolas foram suspensos. A exportação de madeira foi proibida. Desde 1989, o ritmo do desmatamento foi reduzido pela metade e 91.5% da Amazônia permanece intacta.

Atualmente a proteção da Amazônia é monitorada por satélites e os esforços internos são reforçados pela comunidade internacional por meio do Programa Piloto para a Proteção da Floresta Tropical Brasileira, que é patrocinado pela Comunidade Européia, pelos Estados Unidos e por uma dúzia de outros países.


    Região Nordeste
Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraná, Pernambuco, Bahia, Alagoas e Sergipe

Grandes faixas desta região, que contém quase 30% da população brasileira, estão cronicamente sujeitas à seca. A área, entretanto, tem possibilidades econômicas importantes, que incluem a produção de petróleo. Recentemente, o Governo Federal, através da Superintendência para o Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE), tem dado ao Nordeste atenção especial. Recursos consideráveis foram alocados para seu desenvolvimento e hoje extensas áreas contam com projetos de irrigação que alcançaram significativo êxito sobretudo no cultivo de frutas tropicais.

As áreas litorâneas oferecem extensas paisagens de praias tropicais e contam com uma forte estrutura turística.

A Região Nordeste exerce forte influência na cultura do país. Muito do que é caracteristicamente brasileiro em termos de música, folclore, cozinha e hábitos sociais tem origem nessa região.

As duas maiores cidades do Nordeste são Recife e Salvador.


    Região Sudeste
Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo

As áreas altamente industrializadas que cercam as cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte formam o principal eixo econômico do Brasil. Grande parte da população do país se concentra nesta região. A área é rica em minerais e sua agricultura, a mais avançada do País, produz café e grãos para exportação, assim como uma variedade de alimentos frescos e industrializados, leite e carne para o consumo interno.


    Região Sul
Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul

Esta região é igualmente bem desenvolvida e mantém bom equilíbrio entre os setores rural e manufatureiro. Em direção ao sul, há amplas planícies chamadas "pampas", onde as tradicionais atividades do pastoreio originaram o "gaúcho", o equivalente brasileiro ao "cowboy". A oeste, na fronteira entre o Brasil e a Argentina, estão as Cataratas do Iguaçu, uma das mais belas maravilhas naturais do mundo. A menos de 20 km de distância no Rio Paraná que separa o Brasil do Paraguai, encontra-se Itaipu, a maior usina hidroelétrica do mundo.

A maior cidade desta região é Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, o estado no extremo meridional do Brasil.


    Região Centro-Oeste
Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal

Esta região, coberta por extensos planaltos e pastagens tropicais, é ainda pouco povoada. Embora ainda seja uma das mais isoladas áreas do país, experimentou uma rápida expansão de sua produção rural e no estabelecimento de novas indústrias. A capital do país, Brasília, fundada em 1960, nela se localiza. O Governo Federal reservou vastas áreas como reservas no Centro-Oeste, destinadas às tribos indígenas nativas que originalmente ali viviam. Também nessa região encontra-se um paraíso da vida selvagem, o Pantanal Mato-Grossense.


top